Make your own free website on Tripod.com
Glossário

Home

Novidades do Moisés !! | O que é Síndrome de Apert ? | Características da Síndrome de Apert | A Síndrome de West | Quem é Moisés Cunha ? | O dia de Moisés... | Galeria de fotos | Reflexão... | Glossário | Sites e endereços interessantes | Os amigos de Moisés ! | Meus amigos Apert | O que eu gosto de fazer... | Sua mensagem
Moisés Cunha e a Síndrome de Apert

Esclarecimento de alguns termos referentes à síndrome

deitadocommeuirmão_web.jpg



GLOSSÁRIO

ANCILOSE - diminuição ou impossibilidade de movimento em qualquer articulação

AUTOSSÔMICO - relativo ao autossomo

AUTOSSOMO - qualquer cromossomo diferente dos heterocromossomos

BRAQUICEFALIA - crânio curto, ovóide e achatado na parte posterior

CRANIOSINOSTOSE - quando uma ou várias suturas se fecham antes do tempo, o cérebro precisa de espaço para desenvolver-se, porém encontra uma barreira óssea que o pressiona. Algumas áreas cerebrais podem ser afetadas e isto pode gerar uma série de problemas, tais como: aumento de pressão intracraniana, problemas cardíacos, problemas respiratórios, deficiência mental, cegueira, surdez, otite,...

EXOFTALMIA - a cavidade orbital é pequena, de modo que os olhos podem parecer saltados

FIBROBLASTOS - é a célula mais abundante no tecido conjuntivo; principal célula formadora de fibras

HIPOPLASIA - fechamento prematuro das suturas faciais no terço médio da face

MACROGLOSIA - língua larga

MÁ-OCLUSÃO - dificuldade de fechamento correto das arcadas superior e inferior

PROPTOSE - crescimento excessivo de qualquer parte do corpo



EQUOTERAPIA OU HIPOTERAPIA

É a reabilitação global e reintegração social de pessoas portadoras de deficiência física e/ou mental através da equitação terapêutica.
A equoterapia é indicada à qualquer patologia ligada ao sistema nervoso central, além de algumas síndromes, problemas ortopédicos e comportamentais. Tem como objetivos a melhora da qualidade do tônus, equilíbrio, postura, simetria, marcha, reações de proteção e equilíbrio, coordenação, alongamento e fortalecimento de vários grupos musculares, inibir padrões patológicos, sociabilização, auto-confiança, diminuição de espasticidades, entre outras coisas.
A equoterapia deve ser feita por Fisioterapeuta e sua equipe multidisciplinar, pelo menos uma vez na semana, e como complementação do tratamento neurológico convencional.

hrselove2.gif

Equoterapia é um termo amplo, referindo-se às várias áreas que empregam o cavalo, por equipes multidisciplinares, com objetivos terapêuticos variados. Os efeitos físicos e psíquicos do tratamento com o cavalo são os que produzem os resultados terapêuticos. Os benefícios da equoterapia, descritos, são numerosos: O ato de cavalgar estimula e desafia, levando a um aumento da autoconfiança, do autocontrole e da auto-estima. É uma recreação, como um esporte vital, favorecendo a socialização, através do contato com o cavalo e com outras pessoas, agindo em equipe. Facilita o aprendizado pela atenção, concentração, disciplina e responsabilidade exigidos, para se cuidar e se manejar um grande animal, a despeito das limitações intelectuais, psicológicas e físicas de indivíduos portadores de autismo, Síndrome de Down, e outros déficits cognitivos e do comportamento. A equipe de equoterapia pode incluir vários profissionais como professores de equitação, pedagogos, psicólogos, professores de ensino especial, fisioterapeutas, médicos, professores de educação física e outros


Por que o uso do Cavalo ?

O motivo principal do uso do cavalo na habilitação ou reabilitação psicomotora, provém do movimento que o passo do cavalo transmite ao praticante, característico por ser ritmado, repetitivo e simétrico. Esse movimento
" tridimensional "( 3 vetores de força : para cima, para o lado e para a frente.) provoca um deslocamento da pelve do praticante, semelhante ao que uma pessoa realiza ao andar, propiciando a conscientização corporal do portador de deficiência estimulando a aprendizagem ou reaprendizagem da marcha.
Além da habilitação ou reabilitação motora, a interação cavalo / praticante permite trabalhar aspectos como afetividade, autoconfiança, socialização e dificuldades de aprendizagem.
Dessa forma, o cavalo propicia desenvolver atividades motoras, psicomotoras, cognitivas e afetivas, e assim facilitando a reintegração do praticante à sociedade.



Notícia publicada no jornal Extra, no dia 24/8/2001, sob o título "Primeiro sorriso aos 7 anos - Tratamento revolucionário faz menino que nasceu com má-formação na face aprender a sorrir".

notícia_web.jpg




"E PASSANDO JESUS, VIU UM HOMEM CEGO DE NASCENÇA. E OS SEUS DISCÍPULOS LHE PERGUNTARAM, DIZENDO: RABI, QUEM PECOU, ESTE OU SEUS PAIS, PARA QUE NASCESSE CEGO ? JESUS RESPONDEU: NEM ELE PECOU, NEM SEUS PAIS; MAS FOI ASSIM PARA QUE SE MANIFESTEM NELE AS OBRAS DE DEUS." João 9:1-3